14 março 2006

Para Pensar...

No passado dia 11 de Março, alguns membros da TAIL foram assistir ao "III FITUIFF - Festival Internacional de Tunas da Universidade Internacional da Figueira da Foz", organizado pela "Bruna - Tuna Académica da Universidade Internacional da Figueira da Foz".
Foi um espectáculo excelente! Uma sala com um tecto de estrelas, com estrelas a brilhar no palco, já que todas as tunas a concurso foram excepcionais.
É ver festivais assim que nos dá ainda mais vontade de lutar pelo crescimento da TAIL.
É também motivante ficar a conhecer a forma como outras tunas, com muitos e muitos anos desta vida, encaram o que é ser tuno.
Lendo as apresentações das tunas presentes neste festival, algumas frases saltam à vista.
"Quem pode dar mais, não se deve sentir aqui no direito de dar menos", citando o "Real Tunel Académico - Tuna Universitária de Viseu" que, contando já com 15 anos de existência, defende que "(...) a capa e batina se trajam primeiro no coração.".
Ora bem, verdadeiro espírito académico e, sobretudo tunante.
E ver uma tuna espanhola composta por 3 dezenas de "senhores tunos" com mais de 50 anos de idade é razão para pensar no que andamos todos aqui a fazer para o futuro.
Alguém na apresentação do festival disse "Eu quando for grande quero ser um tuno assim!".
Concordo e assino por baixo!
Mas ser tuno como aqueles exige dedicação, esforço, empenho, espírito... exige o tal "sangue, suor e lágrimas" por amor à tuna.
Será que, nos tempos que correm e com a vida a correr que levamos, somos capazes de tudo isto? Será que estamos dispostos a tal?
Estar numa tuna é giro, há sempre festa, copos e convívio... mas e o resto?
Onde fica o compromisso que uns assumem e outros não?
É sempre uma grande chatice, desculpem o termo, quando uns se sentem a dar mais que outros para algo que é de todos. Principalmente porque esse sentimento de injustiça provoca outro bem pior: a desmotivação, o "ir para quê, se os outros também não vão...".
Por isto e por muito mais, e numa altura em que o trabalho na TAIL não falta, venho apelar à consciência de todos os seus tunos para que pensem no que podem e querem fazer pela tuna que abraçaram como sua.
O sonho de alguns cada vez mais se está a tornar a realidade de todos.
Porque somos um só: a TAIL!

Saudações Tunantes para todos
Beta

7 comentários:

Dantas disse...

Fui 1 daqueles q teve presente no dito festival, posso dizer q fiquei de BOCA ABERTA o tempo inteiro e quando for grande QUERO E DESEJO CONSEGUIR SER 1 Tuno daqueles. O tal "Sangue, Suor e Lágrimas" que é necessário estou disposto e ansioso a dá-lo, mas só consigo se formos muitos porque sózinho também não consigo.
Ajudem me a consegui-lo que eu prometo que também vos ajudo.
1 Abraço e até ao proximo ensaio, Quinta feira às 22h

Luis disse...

capa e batina se trajam primeiro no coração...

patrice disse...

eu ja começei por dar o sangue qd me cortei na lata do güiro, é preciso + amigos,vamos conviver ñ só beber uns canecos, cantar no karaoke venham com ideias e vontade trabalhar senão mais vale n vir, mas venham na mesma..hehe
bjs e abraço tunos

Maresia disse...

Parabéns pelo blog e saudações académicas para a tuna...

CBFlash disse...

tive muita pena de não ir e se soubesse que havia mais pessoal de Leiria a ir talvez tivesse ajudado à decisão. Espero que tenham gostado do que viram pela Figueira, certamente valeu muito a pena a visita.
saudações...

BUBU disse...

n ha a menor duvida que é importante ver festivais porque aprende-se muito. e quanto á dedicaçao, é um facto que uns assumem o compromisso e outros nao, mas cabe a cada um viver com a consciencia que tem, se pesar paciencia, se n pesa nada maravilha e parabens para esses jovens.
Na verdade, a frustraçao, de ver pessoas a despresarem um trabalho como este, que foi desenvolvido com muita dedicaçao e paixao, leva-nos por vezes a pensar "sera que vale mesmo a pena tanto Sangue, Suor e Lágrimas???"
Muito sinceramente meus caros ja tenho duvidas, mas a teimosia é mais forte que eu por isso acho que ainda por ca vou ficar a lutar...
portem-se mal, mas com estilo!!!"

Pena disse...

Apenas uma cirrecção: a citação "quem pode dar mais não se deve sentir no direito de dar menos" não é uma citação do Real Tunel Académico de Viseu, mas do já falecido D. António Monteiro, Bispo de Viseu.
Também a referência da capa e batina se trajarem primeiro no coração não é do Real Tunel, mas, modéstia à parte, minha!

Há que não confundir os textos contextualizadores que adornam o site do Real Tunel com o seu autor.

Mas fico grato que a mensagem tenha sido retida, até porque ela é tradutora daquilo que o Real Tunel Académico - Tuna Universitária de Viseu vivencia, acredita e pela qual se rege.

O autor do texto.